Análise da adesão à terapia antineoplásica oral de pacientes atendidos na farmácia de quimioterapia de um hospital público de Mato Grosso do Sul

Autores

  • Fabiana Mesquita Roese
  • Eliane Moro Fontana
  • Karen Carla de Brito Pereira

DOI:

https://doi.org/10.22567/rep.v7i1.499

Palavras-chave:

Adesão à medicação, Modulador Seletivo dos Receptores de Estrógeno, Neoplasia da Mama, Atenção Farmacêutica.

Resumo

O câncer de mama é a maior causa de morte por neoplasia no gênero feminino. A terapia hormonal adjuvante é um importante aliado no tratamento do câncer de mama porque melhora a sobrevida e diminui a recorrência da neoplasia. O Tamoxifeno tem sido amplamente utilizado em pacientes com neoplasia de mama que apresentam receptor de estrógeno (RE) positivo por um prazo de até 5 anos. A aceitação do paciente ao tratamento é um importante componente da atenção farmacêutica. Esta pesquisa tem por objetivo analisar a adesão à terapia antineoplásica oral de pacientes atendidos na farmácia de quimioterapia do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul. Trata-se de um estudo observacional descritivo retrospectivo de julho a dezembro de 2016, realizado com pacientes maiores de 18 anos (n=95) em uso de hormonioterapia com Tamoxifeno. Observou-se que a maioria dos pacientes estava na faixa etária de 42-60 anos, solteiros, brancos e procedentes de Campo Grande. No estudo, 30,5% dos pacientes deixaram de retirar a medicação em algum dos meses avaliados. A participação do farmacêutico junto à equipe multidisciplinar e ao paciente é essencial no manejo dos efeitos colaterais, reações adversas e promoção da adesão.

Downloads

Publicado

2018-01-28

Como Citar

Mesquita Roese, F., Moro Fontana, E., & Carla de Brito Pereira, K. (2018). Análise da adesão à terapia antineoplásica oral de pacientes atendidos na farmácia de quimioterapia de um hospital público de Mato Grosso do Sul. REVISTA ENIAC PESQUISA, 7(1), 125–141. https://doi.org/10.22567/rep.v7i1.499

Edição

Seção

Artigos