Balanço social: análise dos modelos praticados atualmente e indícios de padronização em empresas que fazem parte do índice de sustentabilidade empresarial

Autores

  • Letícia Garrido de Aguiar Faculdade de Tecnologia de Osasco (FATEC)
  • Taís Cristina de Oliveira Faculdade de Tecnologia de Osasco (FATEC)

DOI:

https://doi.org/10.22567/rep.v7i1.497

Palavras-chave:

Balanço Social, Sustentabilidade Empresarial, Índice de Sustentabilidade Empresarial, Relato Integrado.

Resumo

O objetivo deste estudo é fazer análise dos Balanços Sociais publicados pelas empresas no modelo feito pelo Instituto Brasileiro de Análise Sociais e Econômicas (Ibase), que fazem parte da carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) e verificar se essas empresas publicaram informações semelhantes, relevantes e se houve uma padronização.  A metodologia utilizada neste trabalho foi o método quantitativo e as técnicas utilizadas foram a amostragem não probabilista e a tabulação.  A amostra é composta por 14 empresas que publicaram, em 2014, os Balanços Sociais no modelo nacional Ibase, sendo que todas as informações de todos os Balanços Sociais foram analisadas. Foi estabelecido o score de corte de 64% com base em valores absolutos, sendo que este valor pode ser considerado significativo, pois a próxima porcentagem é de 29%. Como não há um meio termo entre estes valores, as informações relevantes e que estariam em um possível padrão seriam as publicadas por 64% ou mais das empresas. Foram encontradas informações semelhantes e relevantes entre as empresas e por isso, evidenciaram um possível padrão. 

Downloads

Publicado

2018-01-28

Como Citar

de Aguiar, L. G., & de Oliveira, T. C. (2018). Balanço social: análise dos modelos praticados atualmente e indícios de padronização em empresas que fazem parte do índice de sustentabilidade empresarial. REVISTA ENIAC PESQUISA, 7(1), 109–124. https://doi.org/10.22567/rep.v7i1.497

Edição

Seção

Artigos