PRODUÇÃO DO ETANOL E SUA MITIGAÇÃO DE EMISSÃO DE POLUENTES

Bárbara Rocha Pereira, Leonardo Madeira de Mello, Daiany Ferreira dos Reis, José Humberto Machado Tambor

Resumo


O Uso de combustíveis fosse gera uma serie de resíduos que causam grande impacto para a saúde humana, uma alternativa que surgiu na década de 70 foi o Etanol, entretanto, seu uso estava longe de representar sustentabilidade na época,  mas com o passar dos anos, seu potencial começou a ser notado como uma fonte de menor emissão de material particulado. O objetivo deste artigo foi verificar se a utilização do Etanol e menos prejudicial ao meio ambiente e a saúde humana. Este trabalho foi realizado por meio de levantamento de dados e pesquisas bibliográficas. Os resultados obtidos com os estudos mostraram que o Brasil emite 1,939 Bilhões de toneladas de CO2, durante o levantamento foi observado um aumento de 4,6% nas mortes de crianças por asma e 4,3% na morte de pessoas por doenças pulmonares. Quando testados em veículos o Etanol aumenta a eficiência do motor e diminui cerca de 35% da emissão de HPAs. Com o uso do etanol houve redução de 847 mil toneladas de CO2, e isso significa 90% a menos na emissão de CO2, e dependendo da fonte que é obtido também é possível ter uma redução ainda mais significativa.

Palavras-chave


Emissão de poluentes; Saúde Humana; Etanol.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.