A contribuição tecnológica dos imigrantes japoneses para o Brasil

Andrew Daniel Takeshi Góes, Thiago Alexandre Alves de Assumpção, Renato de Brito Sanchez

Resumo


Este estudo aborda um conteúdo importante, que é a relação entre o cidadão japonês e os brasileiros, será abordado a origem da política imigratória, que trouxe ao país os primeiros japoneses, a sua instalação nos campos de café e o desenvolvimento da agricultura, a concentração da população e a riqueza cultural que o brasileiro absorveu. Outro aspecto importante e que há grande impacto no Brasil é o uso do modelo de gestão Japonês o Just In Time, muito utilizado nas industrias do Brasil, e a ferramenta organizacional Kanban, além de toda a tecnologia desenvolvida por japoneses que integram o nosso cotidiano como a criação do celular com câmera, o notebook e a impressora 3D que é um importante componente da evolução de muitas frentes tecnológica como por exemplo a saúde. E não menos importante será abordar a xenofobia que sofre o povo oriental no Brasil, devido a estereótipos criados e que são disseminadas, além do sentimento de ameaça que há na interação entre estrangeiros e nativos.


Palavras-chave


Tecnologia; Imigração japonesa; Cultura Nipo-brasileira; Kanban; Just in Time; Impressora 3D

Texto completo:

PDF

Referências


ARTIA. O que é Kanban. 2020. Disponível em: https://artia.com/kanban/. Acesso em: 04 maio 2020

CHINESES IMPLANTAM VERTEBRA feita em impressora 3d. 2014. Disponível em: http://www.i3i.com.br/artigo/chineses-implantam-vertebra-feita-em-impressora-3d. Acesso em: 04 maio 2020.

CIA. TAXA DE MIGRAÇÃO LÍQUIDA. 2020. Disponível em:

https://www.cia.gov/library/publications/resources/the-world-factbook/fields/347.html#JA. Acesso em: 03 maio 2020.

D'ARAUJO, Maria Celina. O Estado Novo (1937-1945). In: D'ARAUJO, Maria Celina. Getúlio Vargas. 2. ed. Brasília: Câmara, 2017. Cap. 6. p. 28-33.

LASK, Tomke. Imigração brasileira no Japão: o mito da volta e a preservação da identidade.: o mito da volta e a preservação da identidade. Horizontes Antropológicos, [s.l.], v. 6, n. 14, p. 71-92, nov. 2000. Fap UNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/s0104-71832000001400004.

MATOZINHOS, Isabela Penido et al. IMPRESSÃO 3D: INOVAÇÕES NO CAMPO DA MEDICINA. Revista Interdisciplinar Ciências Médicas, Belo Horizonte, v. 1, n. 1, p. 143-158, maio 2017.

NUCCI, Priscila. O PERIGO JAPONÊS. 2006. 149 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Filosofia e Ciências Humanas, Ifch/ Unicamp, Campinas, 2006. Cap. 2.

PEREIRA, João Baptista Borges. Publicidade e manipulação de identidade étnica: a imagem do japão e dos imigrantes japoneses no Brasil. Ilha Revista de Antropologia, v. 10, n. 1, p. 245-252, 2008.

ROSSIN, José Carlos. História do navio Kasato Maru. Disponível em:

http://www.imigracaojaponesa.com.br/index.php/nossa-historia/curiosidades/historia-do-navio-kasato-maru. Acesso em: 03 maio 2020.

OHNO, Massao. Centenário da imigração japonesa no Brasil. São Paulo: Larousse do Brasil, 2008.

SOUSA, A. O empresariado nipo-brasileiro no oeste paulista: de colono a industrial. 2010. 149 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Programa de Pós-graduação em Geografia da FCT/UNESP - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Presidente Prudente, 2010.

UEHARA, Alexandre Ratsuo. O crescimento econômico e os investimentos diretos japoneses no Brasil. São Paulo: Associação Brasileira de Estudos Japoneses, 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.