SISTEMA INDUSTRIAL IOT (INTERNET DAS COISAS) E SUA INTEGRAÇÃO SOCIOPOLÍTICA

José Eduardo Salgueiro Lima, Marcus Valério Rocha Garcia, Cleber Silva Ribeiro, Diemison Trevian Gomes dos Santos

Resumo


Resumo - A viagem pela história das revoluções industriais tem levado a humanidade de um lado para o outro. Convida a toda a humanidade, sem exceções, à grande tarefa da adaptação, provando o potencial humano em se transformar. No final do século XVIII, a humanidade saiu de uma era dominada por trabalho manual, artesanal e avançou com mecanismos robustos, rumo à produção massiva, passando pela segunda revolução industrial, no final do século XIX. Em seguida, no final do século XX, presenciou-se a computação dominando a produção, ciência e até o entretenimento. Agora, no século XXI, existe um desafio colossal: tornar o homem o mantenedor capacitado dos grandes sistemas autônomos industriais. Não há tempo para se pensar em como será o mercado de trabalho ou o que tipos de desafios esperar. Adaptação e transformação são palavras de ordem, assim como nas demais revoluções. Conhecer tecnologias tais como M2M – Machine to Machine, RFID - Radio Frequence

IDentification, dentre outras, é essencial. Cada vez haverá menos seres humanos em trabalhos manuais. Por isso, as pessoas precisam se mesclar a este grande mundo virtual que se abre diante da sociedade, dominado pela IoT – Internet of Things, procurando espaço, que certamente está lá para ser conquistado.


Palavras-chave


Adaptação. Revolução. Autônomo. Sistemas. Indústria. IoT

Texto completo:

PDF

Referências


BENEDITO, R. M. S. W. et al. Industria 4.0: conceito e fundamentos / – São Paulo: Blucher, 2018.

CERVO, Amado L. Metodologia científica. – 6. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

COLOMBO, J. F.; Lucca Filho, J. Internet das coisas (IOT) e indústria 4.0: revolucionando o mundo dos negócios. 2018. 14 f. Monografia (Tecnologia em informática) – Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC), São Paulo, 2018.

COLTRE, J. A indústria 4.0 na gestão estratégica: Desafios e oportunidades para as empresas brasileiras. 2018. 19 f. Monografia (Graduada em Logística pela UniFIL) – Centro Universitário Filadélfia, Londrina, 2018.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA (CNI). Evolução saltará de 1,6% para 21,8% nas empresas, dez 2017. Disponível em: http://www.portaldaindustria.com.br/cni/c anais/industral>. Acesso em 11 abril 2019.

CRAIG, J. Robótica. – 3. ed. – São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2012.

FIRJAN. Indústria 4.0. Cadernos Senai de inovação, abr. 2016. Disponível em: . Acesso em: 12 abril 2019.

GARCIA, C. Modelagens e simulação de processo industrial. São Paulo. EDUSP. 2006

GROOVER, M. Automação industrial e sistemas de manufatura/ – 3. Ed. – São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2011.

GENTNER, S. Indústria 4.0: Realidade, Futuro ou apenas Ficção Científica? Como convencer a gestão de hoje a investir no futuro de amanhã. CHIMIA International Journal for Chemistry, v. 70, n. 9, p. 628633, 2016.

INDÚSTRIA 4.0: a tecnologia a serviço da produtividade. Harvard Business Review Brasil, p. 8-11, ago. 2011. Edição especial Fórum de Inovação Brasil 2015

NEVES, Paulo Renato T. G. Convergência de redes sem fios para comunicação M2M e internet das coisas em ambientes inteligentes. 2013. 220 f. Dissertação (Engenharia Electrotécnica e de Computadores) – Universidade da Beira Interior, Covilhã, 2013.

SCHNEIDER ELECTRIC (Brasil). A Internet Industrial das Coisas: Evolução para uma empresa de fabricação inteligente. 2016. Elaborada por John Conway. Disponível em: . Acesso em: 12 abril 2019.

SINGER, T.: Tudo Conectado: Conceitos e Representações da Internet das Coisas. Simpósio em Tecnologias Digitais e Sociabilidade – Práticas Interacionais em Rede, 2012;

VICENTE, T. P. R. Controle inteligente de Vagas para estacionamento utilizando o conceito de internet das coisas. 2016. 92 f. Monografia (Graduação em Engenharia Elétrica com Ênfase em Eletrônica) – Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016.

VOPATO, N. Manufatura aditiva: tecnologias e aplicações da impressão 3D[livro eletrônico] – São Paulo: Blucher, 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.