A PERCEPÇÃO DOS UNIVERSITÁRIOS EM RELAÇÃO ÀS TATUAGENS NO AMBIENTE CORPORATIVO

Alzira Maria do Nascimento, Sirlei Pinto Sales de Oliveira, Maria Helena Veloso Salgado, Ana Cristina Vigliar Bondioli

Resumo


Discute-se muito, ao longo dos anos, sobre  a tatuagem e o que caracteriza este registro é um dos principais objetivos deste artigo: apresentar qual a percepção dos universitários em relação às tatuagens no ambiente corporativo dentro do município de Guarulhos, bem como saber se há interesse da parte dos que ainda não as possuem, em fazer uma ou mais tatuagens e que base de conduta os levaria a fazê-las. A princípio, três hipóteses foram levantadas: a aceitação, a indiferença e, por fim, a resistência quanto ao uso de tatuagens. A pesquisa foi realizada por meio de um levantamento bibliográfico em livros, sites e artigos científicos, assim como pela condução de 130 entrevistas, sendo a grande maioria dos entrevistados do sexo feminino. A maioria desses entrevistados não possui tatuagens, não se oporia à contratação de um colaborador tatuado e tem dentro de suas probabilidades fazer tatuagem no futuro. Entretanto, os que as possuem, trazem-nas em lugares estratégicos, que possam ser escondidos  pelas  roupas como braços, costas e pernas. A maior parte das tatuagens foi feita para homenagear algo ou alguém. Desta forma, essa pesquisa mostra que ainda há uma luta constante entre a liberdade e a tradição. Observa-se que o jovem é livre para escolher fazer ou não uma tatuagem, porém, o tabu da sociedade lhe permite somente observar e não julgar. A tatuagem é vista, respeitada e admirada, mas poucos se arriscam a usufruir dessa liberdade.

Palavras-chave


Tatuagem. Ambiente corporativo. Percepção.

Texto completo:

PDF

Referências


COSTA, A. Bordas Corporais, Bordas Sociais. Ed. Casa do Psicólogo 2 ed., 2005.

FERRARI, A.P e DOMINGUES, L Beleza à venda: auto estima não tem preço. Editora Brasília, 2008

MILLER, R. Tatuando histórias, os bastidores de um Stúdio de tatuagens. Edição São Paulo: Baraúna, 2012.

Rocha, Gabriela. A Arte da Tatuagem: A atividade ganha admiradores e supera antigos preconceitos. Revista Eclética, Julho/Dezembro [s.l]: 2009.

TORTORA, G, J e DERRICKSON, B Corpo

humano, fundamentos de anatomia e Fisiologia. 10, ed. Artmed, Rio Grande do Sul, 2017

SEVERINO, A J. Metodologia do trabalho científico. SP: Cortez, 2007.

SHENTI, O. Mehendi- Tatuagem de Henna. Artigo 2011, pág. 13

SILVA, H. Médico tatuado. Disponível em: http://www.tintanapele.com/2011/12/modificaca o-e-carreira.html. Acesso em 11 maio 2018


Apontamentos

  • Não há apontamentos.