INCLUSÃO DIGITAL E VALORIZAÇÃO FEMININA COM AS FATECH GIRLS

Autores

  • Ana Cristina Vigliar Bondioli Centro Universitário ENIAC
  • Grace Anne Pontes Borges Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo - Centro Paula Souza
  • Simone Cristina Gonçalves Vianna Centro Universitário ENIAC

Palavras-chave:

Empoderamento feminino, protagonismo estudantil, tecnologia de informação e comunicação.

Resumo

A conquista da igualdade de gênero está diretamente atrelada ao empoderamento da mulher que caminha lado a lado com a educação formal e consequente formação e colocação profissional. O presente trabalho tem por objetivo descrever a criação e a trajetória do projeto Fatech Girls e suas iniciativas com vistas ao empoderamento das estudantes do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Faculdade de Tecnologia de São Paulo - FatecSP, sob a condução da Professora e mentora Grace Anne Pontes Borges. 

 

Biografia do Autor

Ana Cristina Vigliar Bondioli, Centro Universitário ENIAC

Doutora em Biologia pela USP.

Grace Anne Pontes Borges, Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo - Centro Paula Souza

Possui graduação em Tecnologia em Processamento de dados pela Faculdade de Tecnologia de São Paulo - FATEC/SP (2001), mestrado em Ciências da Computação pela Universidade de São Paulo - IME/USP (2008) e mestrado em Engenharia da Informação pela Universidade Federal do ABC - UFABC (2014). Atualmente é professora assistente da Faculdade de Tecnologia de São Paulo, atuando principalmente nos seguintes temas: sistemas de recomendação, ensino-aprendizagem e reflexão crítica no ensino profissionalizante.

Simone Cristina Gonçalves Vianna, Centro Universitário ENIAC

Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade São Judas Tadeu - USJT (1999). Especialista em Redes de Computadores pelo Laboratório de Arquitetura e Redes de Computadores da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo LARC/USP (2003). Especialista em Docência no Ensino Superior pela Universidade Cidade de São Paulo - UNICID (2010). Mestre em Educação pela Universidade Cidade de São Paulo - UNICID (2011). Foi responsável pelo projeto e implantação de laboratórios didáticos especializados em Instituições de Ensino Superior. Foi responsável pela elaboração de Projetos Pedagógicos de Curso na área de Computação e Informática (Tecnológico em Gestão da Tecnologia da Informação, Tecnológico em Jogos Digitais, Bacharelado em Ciência da Computação, Bacharelado em Sistemas de Informação e Engenharia da Computação). Atualmente, professora da Fatec-SP, atuante nos cursos presenciais de Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS), Automação de Escritórios e Secretariado (AES) e Gestão Empresarial na modalidade EaD. Assessora de Inovação Pedagógica do Colégio e Faculdade Eniac.

Referências

AMIEL, T.. Educação aberta: configurando ambientes,

práticas e recursos educacionais. In Santana, Bianca; Rossini, Carolina; Pretto, Nelson De Luca. Recursos educacionais abertos. Práticas colaborativas e políticas públicas. Salvador: Casa da Cultura Digital/EDUFBA, 2012, p. 17-34.

ANDRADE, Á. L. S. et al.Gênero nas organizações: um estudo no setor bancário. RAE – eletrônica, v.1, n.1, jul-dez, 2002. p.1-15.

APERIBENSE, P. G. G. S. & BARREIRA, I. A. (2008). Nexos entre Enfermagem, Nutrição e Serviço Social, profissões femininas pioneiras na área da Saúde. Rev. esc. enferm. USP, São Paulo, 42(3) 474-482.

BELL, T. WITTEN, I. FELLOWS, M. Computer Science Without Computer. Acesso em 27 de abril de 2019, disponível em: https://csunplugged.org .

BELL, T. WITTEN, I. FELLOWS, M.

https://classic.csunplugged.org/wp-content/uploads/2014/12/C

SUnpluggedTeachers-portuguese-brazil-feb-2011.pdf

BRAUNER, V. L. (2015). Desafios emergentes acerca do empoderamento da mulher através do esporte. Movimento, 21(2), 521-532.

BRITO, A. A. F. D. B. (2017). A Quarta Revolução Industrial e as Perspectivas para o Brasil. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. Edição 07. Ano 02, Vol. 02. pp 91-96, outubro de 2017.

COSTA, S. M.; DURAES, S. J. A. e ABREU, M. H. N. G (2010). Feminização do curso de odontologia da Universidade Estadual de Montes Claros. Ciência e Saúde Coletiva, 15(1), 1865-1873.

FERRARI, R. O Empoderamento da Mulher. 2016.

HOROCHOVSKI, R. R.; MEIRELLES, G. Problematizando o conceito de empoderamento. Seminário Nacional Movimentos Sociais, Participação e Democracia, v. 2, p. 485-506, 2007.

IBGE (2009). A dinâmica demográfica brasileira e os impactos nas políticas públicas. Acesso em 02 de abril de 2019, disponível

em:http://ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/indic_sociosa ude/2009/condin.pdf

IPEA (2009). Observatório Brasil da Igualdade de Gênero.

Impacto da crise sobre as mulheres. Brasília: IPEA, SPM, OIT.

LUCAS, A. C.et al. Identificação de práticas de gestão voltadas à questão de gênero: um estudo a partir das melhores empresas para você trabalhar. In: ENANPAD 2010 – Encontro Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Administração.

Rio de Janeiro. XXXIV Encontro da ANPAD, 2010.

MARÔPO, L., SAMPAIO, I. V., & MIRANDA, N. P. D. (2018). Meninas no youtube. Estudos em Comunicação, 1, 175-195.

MATOS, I. B., TOASSI, R. F. C., & de OLIVEIRA, M. C. (2013). Profissões e ocupações de saúde eo processo de feminização: tendências e implicações. Athenea digital, 13(2), 239-244.

MONTEIRO, R. D. S., MARINHO, J. M., BRAGA, R. B., VIANA, M. D. N., & de OLIVEIRA, C. T. Delineando o Perfil Feminino Discente do Bacharelado em Ciência da Computação do IFCE campus Aracati. In 11º Women in Information Technology (WIT 2017) (Vol. 11, No. 1/2017). SBC.

SANTAELLA, L. (2014). A aprendizagem ubíqua na educação aberta. Revista Tempos e Espaços em Educação, 15-22.

SANTOS, C. M. M; TANURE, B.; DE CARVALHO NETO, A. M. Mulheres executivas brasileiras: O teto de vidro em questão. Revista Administração em Diálogo, v. 16, n. 3, p.

-75, 2014.

SILVA ANDRADE, Á. L., ALVES CAPELLE., M. C., DE BRITO, M. J., DE PAULA NETO, A., & DE BARROS VILLAS BOAS L. H. (2002). Gênero nas organizações: um estudo no setor bancário. RAE-eletrônica, 1(2).

TANURE, B., CARVALHO NETO, A.; ANDRADE, J. Executivos: sucesso e (in)felicidade. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2019-10-10

Edição

Seção

Evento: Seminário Étnico-Racial