Metodologias ativas de Aprendizagem no Ensino de Ciências: práticas pedagógicas e autonomia discente.

Ana Cristina Cristina Vigliar Bondioli, Simone Cristina Gonçalves Vianna, Maria Helena Veloso Salgado

Resumo


O presente trabalho descreve um estudo de caso, onde a disciplina Ensino de Ciências e Tecnologia do curso de Pedagogia do Centro Universitário ENIAC foi conduzida à luz das metodologias ativas de aprendizagem e por meio de atividades essencialmente práticas. Ao longo do semestre, métodos como sala de aula invertida e aprendizagem aos pares foram aplicados, não apenas no intuito de apresentar o conteúdo proposto pela disciplina, mas também como forma de mostrar métodos alternativos e eficazes que posicionam os alunos como protagonistas de seus respectivos aprendizados. Os alunos mostraram-se engajados e dispostos a utilizar tais metodologias em suas futuras experiências como docentes.



Palavras-chave


Ensino de Ciências, Pedagogia, Metodologia Ativa de Aprendizagem, Tecnologias Digitais

Texto completo:

PDF

Referências


BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR. Ministério da Educação. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/

BONWELL, C.C., and J. A. EISON, “Active Learning: Creating Excitement in the Classroom,” ASHEERIC Higher Education Report No. 1, George Washington University, Washington, DC , 1991.

FREEMAN, Scott et al. Active learning increases student performance in science, engineering, and mathematics. Proceedings of the National Academy of Sciences, v. 111, n. 23, p. 8410-8415, 2014.

JENSEN, Jamie L.; KUMMER, Tyler A.; GODOY, Patricia D. d M. Improvements from a flipped classroom may simply be the fruits of active learning. CBE—Life Sciences Education, v. 14, n. 1, p. ar5, 2015.

MAZUR, Eric. Peer instruction. Upper Saddle River, NJ: Prentice Hall, 1997.

MORAN, J. M., MASETTO, M. & BEHRENS, M. Novas tecnologias e mediação pedagógica. São Paulo: Papirus, 2000.(Coleção Papirus Educação)

D. OLIVEIRA; S. FERREIRA; H. CELESTINO; S. FERREIRA; P. ABRANTES. Uma proposta de ensino-aprendizagem de programação utilizando robótica educativa e storytelling. In: II Congresso Internacional TIC de Educação, Lisboa. 2012. p. 10.

PACHECO, José Augusto; FLORES, Assunção. Formação e avaliação de professores. 2000.

PRINCE, Michael. Does active learning work? A review of the research. Journal of engineering education, v. 93, n. 3, p. 223-231, 2004.

TANDONGAN, A. O. R. O. 2007. The effect of Problem Based Active Learning of

Student’s Academic Achievement, Attitude and Concept Learning. Eurasia Journal of

Mathemathics, science & Technology Education, 3 (1): 71-81.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.