Uma análise da percepção acadêmica de Ciências Contábeis sobre o estágio supervisionado frente a inserção mercadológica

Autores

  • Felipe Borges de Santana Universidade Federal de Sergipe - UFS. PROPADM - Programa de Pós-graduação em Administração https://orcid.org/0000-0002-1817-1030
  • Jefferson David Araujo Sales Universidade Federal de Sergipe - UFS. PROPADM - Programa de Pós-graduação em Administração https://orcid.org/0000-0001-6305-8910
  • Eúde Do Amor Cornélio Universidade Federal de Sergipe - UFS. PROPADM - Programa de Pós-graduação em Administração https://orcid.org/0000-0002-7807-9834
  • Esdras Antunes do Nascimento Universidade Federal de Sergipe - UFS. PROPADM - Programa de Pós-graduação em Administração https://orcid.org/0000-0001-5156-0460

DOI:

https://doi.org/10.22567/rep.v10i1.768

Palavras-chave:

Estágio supervisionado, formação profissional contábil, inserção mercadológica, relação teoria-prática, qualidade no ensino superior.

Resumo

Esse estudo se propôs a criar uma análise sobre o estágio supervisionado do curso de ciências contábeis como ferramenta para a inserção mercadológica. A sua fundamentação teórica se divide em duas seções, de forma linear e metodologicamente dedutiva, a pesquisa segue do geral ao particular abordando sobre a importância da satisfação do concludente quanto a sua formação, o processo formativo do acadêmico de contabilidade, com duas subseções a relação da teoria/prática e por fim, o estágio supervisionado e sua importância formativa. O objetivo geral desse estudo foi comparar os acadêmicos concludentes que estão imersos no mercado de trabalho e os que não estão sobre a importância do estágio supervisionado no curso de ciências contábeis. A metodologia empregada segue os preceitos de uma pesquisa experimental, com abordagem qualitativa e na coleta dos dados utilizou a técnica de questionários estruturados. Com esse estudo, os resultados alcançados respondem que há uma compreensão quanto ao descompasso da prática contábil acadêmica com a prática contábil mercadológica, bem como um entendimento de que o currículo de ciências contábeis precisa passar por uma atualização de conteúdos. No entanto, a maioria dos alunos concludentes não observa a ausência de temas relevantes sobre a contabilidade tratados no estágio, mas evidenciam que o currículo de ciências contábeis da IES atende parcialmente as suas necessidades de formação.

Biografia do Autor

Felipe Borges de Santana, Universidade Federal de Sergipe - UFS. PROPADM - Programa de Pós-graduação em Administração

Possui graduação em Ciências Contábeis pela UniAges (2016). Especialista em em Auditória e Pericia Contábil; em Gestão Pública e Finanças, Tutoria em Educação a Distância e Docência do Ensino Superior; Metodologia da Língua Inglesa e da Língua Espanhola e em MBA em Gestão de Pessoas pela FAVENI. Acadêmico e bolsista Capes do curso de pós graduação Strictu-Sensu, iniciado em 2019, no Mestrado Acadêmico em Administração pela UFS - Universidade Federal de Sergipe. Aluno especial na UFG - Universidade Federal de Goiás na disciplina de Tópicos Contemporâneos em Fraudes Corporativas. Tem experiência na área de Administração, Educação, Contabilidade, Línguas Estrangeiras e entre outros.

Referências

Araújo, V. D. S., Santos, D. G. D., Cavalcante, P. R. N., & Barbosa, E. T. (2015). Academic formation in accounting sciences and its relationship with the labor market: the perception of the accounting sciences´ students of a higher education federal institution. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, 5(1), 123-139.

Brandalise, L. T.; Rojo, C. A.; Kasper, D.; Souza, A. F. (2013) O papel social da universidade no preparo profissional: uma pesquisa junto aos egressos de administração da Unioeste – Cascavel. Revista GUAL, Florianópolis, v. 6, n. 1, p. 176-196.

Brasil. Lei nº 11.788, de 25 de setembro de 2008. Dispõe sobre o estágio de estudantes; altera a redação do art. 428 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Diário Oficial da União, Brasília, DF, 26 set. 2008.

Cassundé, F. R. S. A., Oliveira, M. V. S., Alencar, M. T. C., Rodrigues, N. F. M., & Rodrigues, E. E. D. (2017). [Re]Pensando o Estágio na Formação Profissional dos Estudantes de Administração: Um Estudo sobre a Produção Científica Brasileira na Área. Administração: Ensino e Pesquisa, 18(3), 594-623.

Calazans, D. L. M., Souza, W. J., Pequeno, N. P. F., Araújo, F. R., & Lima Júnior, V. (2019). Integrando a Extensão Universitária ao Ensino e à Pesquisa em Administração: Sistematização de Experiência Junto a Indígenas à Luz dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável . Administração: Ensino e Pesquisa, 20(3), 1-29.

Carneiro, J. D., Rodrigues, A. T. L., Silva, A. C. R., França, J. A., Almeida, J. E. F. & Morais, M. L. S. (2017). Matriz curricular para cursos de ciências contábeis. Fundação Brasileira de Contabilidade, Brasília.

Carvalho, C. V. D.; Valença, T. D. C., Santos, J. A., Correia, I. F. & Lima, P. V. (2017). Aplicação de questionários online na pesquisa científica com idosos: relato de experiência. Trabalho apresentado V Congresso Internacional de Envelhecimento Humano, Editora Realize, Maceió.

Carvalho Junior, L. E. (2015). Estereótipos do profissional da Contabilidade na percepção de estudantes de cursos preparatórios para ingresso no ensino superior. (Dissertação de Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis e Atuariais. Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

Degenhart, L.; Vogt, M. & Biavati, V. T. (2014) A Efetivação do Perfil do Egresso das Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Ciências Contábeis na Percepção dos Acadêmicos. Trabalho apresentado no V Congresso UFSC de Controladoria e Finanças e Iniciação Cientifica em Contabilidade; Santa Catarina.

Dias, E. C. Theóphilo, C. R. & Lopes, M. A. (2010). Evasão no ensino superior: estudo dos fatores causadores da evasão no curso de Ciências Contábeis da Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes-MG. Trabalho apresentado no Congresso USP De Iniciação Científica Em Contabilidade, São Paulo.

Fleury, M. T. L., & da Costa Werlang, S. R. (2017). Pesquisa aplicada: conceitos e abordagens. Anuário de Pesquisa GVPesquisa..

Gutiérrez, S. A.; Camblor, M. P. (2007). Principales factores de satisfacción entre los estudiantes universitarios. La unidad académica multidisciplinaria de agronomía y ciencias de la UAT. Revista Internacional de Ciencias Sociales y Humanidades, 18(1), 163-192.

Hair Jr., J.F.; Black, W.C.; Babin, B.J.; Anderson, R.E. & Tatham, R.L. (2009) Análise multivariada de dados. 6. ed. Porto Alegre, Bookman.

Kruger, S. D., Mazzioni, S., Resende, A., Gubiani, C. A., & Zanin, A. (2013). O perfil desejado do egresso dos cursos de ciências contábeis das universidades de Santa Catarina. Revista Catarinense da Ciência Contábil, 12(34), 40-52.

Laffin, M. & Castro, C. C. T. (2015) Professional practice perpectives of the UFSC accounting sciences students. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, v. 5, p. 58-76.

Lima, T. B., & Silva, A. B. (2017). O Ambiente Estrutural e Institucional do Ensino de Administração na Região Nordeste do Brasil. Administração: Ensino e Pesquisa, 18(2), 231-269.

Lizote, S. A., Verdinelli, M. A., Terres, J. C., Sauer Camozzato, E., & Seemann, J. dos S. (2018). Satisfação dos alunos com o curso de ciências contábeis: uma análise em diferentes instituições de ensino superior. Revista Ambiente Contábil - Universidade Federal Do Rio Grande Do Norte, 10(1), 293-307.

Martins, G. de A., & Theóphilo, C. R. (2009). Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. São Paulo: Atlas.

Moreira, J. A. P. (2013) Entre a teoria, a prática e a tecnologia: relação entre o saber teórico e o saber prático no contexto da formação contábil. Dissertação, Mestrado . Programa de Pós-Graduação em Gestão em Organizações Aprendentes, Departamento de Educação. Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa.

Moura, J. E. ; Schmidt, C. M. (2016) Gestão de egressos no ensino superior: construção teórica e o caso do curso de graduação em secretariado executivo da Unioeste--PR. Revista Expectativa, v. 15, n. 15.

Nascimento, J. C. H. B.; Bernardes, J. R.; Sousa, W. D.; & Lourenço, R. N. (2016). Avaliação Institucional: Aplicação da Teoria da Resposta ao Item Para Avaliação Discente em Ciências Contábeis. Future Studies Research Jornal. São Paulo, v.8, n.2, p. 122–148.

Oliveira, J. C. P; Oliveira, A. L., Morais, F. A. M., Silva, G. M.; & Silva, C. N. M. (2017). O questionário, o formulário e a entrevista como instrumentos de coleta de dados: vantagens e desvantagens do seu uso na pesquisa de campo em ciências humanas. Trabalho apresentado no III Congresso Nacional De Educação – CONEDU. Natal.

Oro, I. M., Naue, J., Stürmer, A. L., & Brito, F. (2010). Egressos em Ciências Contábeis: análise do desenvolvimento profissional sob o enfoque da Teoria do Capital Humano. Revista Universo Contábil, 6(4), 35-49.

Pinsonneault, A.; Kraemer, K. (1993) Survey research methodology in management information systems: an assessment. Journal Of Management Information Systems, v. 10, n. 2, p. 75-105.

Raia, F. S., & Melz, L. J. (2011). Percepção dos discentes e docentes sobre estágio supervisionado no curso de ciências contábeis da UNEMAT – campus de Tangará da Serra. Revista Contemporânea de Contabilidade, 8(16), 111-136.

Reis, A. O., Sediyama, G. A. S., Moreira, V. S., & Moreira, C. C. (2015). Perfil do profissional contábil: habilidades, competências e imagem simbólica. Revista Contemporânea de Contabilidade, 12(25), 95-116.

Sampieri, R.H.; Collado, C.F. & Lucio, P.B. (2006). Metodologia de pesquisa. 3.ed. São Paulo: McGraw-Hill.

Silva, S. C. (2015). Currículos dos cursos de Contabilidade: discussão em uma perspectiva educacional moderna e pós-moderna. Enfoque Reflexão Contábil, 34(2), 15-36.

Silva, E. B. (2019) Análise comparativa das instituições privadas de ensino: estudo sobre as matrizes curriculares dos cursos de ciências contábeis do estado de São Paulo com maior aprovação no exame de suficiência do conselho federal de contabilidade (Dissertação de Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis e Atuariais. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo.

Viana, L. P.; Melz, L. J.; Santos J. S. C.; E Stielera, E. C. (2013) Atuação do egresso do curso de ciências contábeis da UNEMAT – Campus de Tangará da Serra no mercado de trabalho. Revista UNEMAT de Contabilidade, Santa Catarina. v. 2, n. 3 Jan./Jun.

Wittman, M. L.; Trevisan, M. (2002). Estágios extracurriculares e a formação de administradores. Trabalho apresentado no XVI Encontro Da Associação Nacional Dos Programas De Pós-Graduação Em Administração (ENANPAD); Rio de Janeiro.

Downloads

Publicado

2021-02-01

Como Citar

de Santana, F. B., Araujo Sales, J. D., Cornélio, E. D. A., & do Nascimento, E. A. (2021). Uma análise da percepção acadêmica de Ciências Contábeis sobre o estágio supervisionado frente a inserção mercadológica. REVISTA ENIAC PESQUISA, 10(1), 39–58. https://doi.org/10.22567/rep.v10i1.768

Edição

Seção

Artigos